Sobre a Questão do Casamento Gay
Artigos / 27 de novembro de 2017

Um dos temas que foi amplamente divulgados e trazidos à pauta nacional entre 2014-2017 foi a questão do casamento gay. Em 2006, a esquerda (militância política brasileira que defende o socialismo e o comunismo) tentou criminalizar a “homofobia” propondo a PLC 122/2006. Este Projeto de Lei foi originalmente apresentado pela Deputada Iara Bernardi (PT-SP) e visava modificar leis brasileiras, criminalizando a chamada “homofobia”. Este Projeto acabou sofrendo alterações diversas e, na versão final, as palavras “identidade de gênero” foram adicionadas. A princípio pareceu inofensivo para a família brasileira esta demanda; no entanto, os cristãos que compõem a bancada evangélica nacional e os católicos, que juntos são representantes legítimos de 86,5% da sociedade brasileira inteira, consultaram especialistas, as Igrejas, os filósofos cristãos e os teólogos cristãos e, percebeu-se o seguinte: 1) Além dos defensores do gramshismo (marxismo cultural) introduzirem subliminarmente a ideologia de Gênero, os autores tentaram restringir liberdades básicas e fundamentais; 2) O PLC/122-2006 era, do início ao fim, um espetáculo de autoritarismo gaysista anticonstitucional que visava privilegiar um grupo denominado de LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis-Transsexuais) às custas da derrubada de (a) toda a cultura cristã, (b) de toda a estrutura de família determinada na Constituição Federal, (c)…

Pular para a barra de ferramentas