Considerações Sobre a Salvação.
Artigos / 1 de Janeiro de 2018

Ai dos filhos rebeldes, diz o Senhor, que tomam conselho, mas não de mim; e que se cobrem, com uma cobertura, mas não do meu Espírito, para acrescentarem pecado sobre pecado. (Isaías 30:1). Tenho compreendido a mensagem da salvação na perspectiva cristã, da seguinte forma: A Pessoa de Deus Pai é Suprema e Soberana em todos os sentidos e aspectos que podemos imaginar e ainda em outros que nem sabemos que existem (Efésios 4:6; 1ª Coríntios 8:6). Em decorrência deste fato que inicia a compreensão de todas as coisas espirituais (Efésios 1:3; 1ª Pedro 1:3), tenho como claro que Deus Pai é o Espírito Supremo de Toda a Vida (João 4:21-24; Romanos 8:14) e seu Caráter manifesta-Se na Sua Lei (Salmo 119:142, 152), entendida a “Lei” como a Soberana Vontade do Pai (Salmo 119:44, 92, 97, 174) e não apenas os Dez Mandamentos (Isaías 8:20; Deuteronômio 4:10-14; Salmo 119:129, 144, 152). O grande reclamo da Lei de Deus é cem por cento (100%) de obediência aos seus valores e princípios (Romanos 2:23; Tiago 2:10), porque a Sua Justiça é uma Justiça perfeita e em nenhuma circunstância pode ser dividida ou diminuída (Salmo 119:142, 152), porque fazê-lo seria quebrar o absoluto poder do Pai (Salmo 89:14;…

Pular para a barra de ferramentas