Ética na Vida – Perspectiva Cristã

 

Ética da Vida – Perspectiva Cristã.

Recentemente em um diálogo com um de meus ex-alunos, tratamos da questão de que cada um de nós deve seguir seu próprio caminho, como bem o diz a Palavra de Deus em Romanos 14:12: “de modo que cada um de nós dará conta de si mesmo diante de Deus”.

Em Jó 17:9 está escrito que “o justo seguirá o seu caminho firmemente, e o puro de mãos irá crescendo em força”. Bem sabemos que “o justo” aqui é aquela pessoa que crê (Romanos 10:9) que a vida perfeita de Cristo é imputada ou creditada em seu favor e a sua vida pecaminosa é colocada sobre o Filho de Deus (2ª Coríntios 5:18-21) e, por esta crença, se vê, confia e acredita de todas as suas mais profundas forças que está em paz com Deus (Romanos 5:1; 8:1; Efésios 2:8-10).

Assim, o justo é uma pessoa que tem uma intenção profunda em sua alma em crer em Deus como seu justificador! Aquele que perdoa!

Deseja promover a seguinte ética em relação a si próprio: “Porque, segundo a obra do homem, Ele oferece uma paga; e faz a cada um segundo o seu caminho” (Jó 34:11).

Efetivamente, se a pessoa tem uma intenção decente e está harmonizada com o princípio declarado no significado do que vem a ser um “justo”, a sentença deverá ser esta: “Aquele que ordena bem o seu caminho eu mostrarei a salvação de Deus” (Salmo 50:23); ou seja, “Os passos de um homem íntegro são confirmados pelo Senhor, e deleita-se no seu caminho” (Salmo 37:23), e, Os retos fazem o seu caminho quando se desviam do mal; o que guarda o seu caminho assim preserva a sua alma” (Provérbios 16:17).

Esta história de “caminho” é fortíssima na Bíblia, de sorte que devemos pensar nela por um instante, porque a nossa vida está em um caminho e vivemos uma caminhada, independentemente de qualquer sonho ou aspiração que tenhamos! Jamais devemos duvidar do que está escrito: “Abominação ao Senhor são os perversos de coração, mas os que seguem um caminho sincero são o Seu deleite” (Provérbios 11:20).

Em Deuteronômio 30:19 disse o Senhor algo que ainda vale para cada mortal: “O céu e a terra tomo hoje por testemunhas contra ti de que te pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência”.

O patriarca Josué nos ajuda a escolher de modo inteligente e sensato ao dizer assim: “Mas, se vos parece mal o servirdes ao Senhor, escolhei hoje a quem haveis de servir; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do Rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais. Porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (Josué 24:15).

Esta escolha pelo caminho bom, justo, íntegro, correto, sincero e de utilidade na vida, está profundamente ligado ao significado de nossas vidas!

Prof. Dr. Jean Alves Cabral

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *