Nossa Maior Necessidade Espiritual

“Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos Céus” (Mateus 5:3)

Em todas as religiões do Mundo muito se fala da importância da humildade de espírito como condição sine qua non para que possamos nos tornar pessoas mais espirituais ou próximas de Deus.

Na abordagem Bíblica, o que significa exatamente ser humilde de espírito?

Neste estudo que aqui enunciamos, coletamos selecionados pensamentos acerca da imensa importância da humildade que o Messias apregoou em Mateus 11:28-30, dizendo que somente nEle podemos aprender e desenvolver.

Convicto que estou de que podemos aprender a humildade, porque foi esta a promessa feita neste verso citado, apresento-vos um estudo que visa aprofundar nossa percepção sobre o assunto.

É importante lembrar aos que irão meditar nos versos, com a Bíblia na mão, que é muito conveniente uma oração ao nosso Pai Celestial, pedindo-lhe a iluminação espiritual que atenda ao que Ele deseja revelar-nos nas santas palavras que estão ao nosso alcance em Sua Palavra.

Textos, notas, indicações de livros ou artigos, sites, ou idéias que possam tornar este estudo uma Doutrina Essencial e Básica da Fé Bíblica, serão muito bem-vindos.

Desde já desejo a todos os que buscam ao Senhor em Espírito, todas as mais ricas bênçãos dos Céus!

SÓ EXISTE UMA ÚNICA OBRA QUE O SER HUMANO PODE REALIZAR EM BENEFÍCIO DE SUA SALVAÇÃO PESSOAL DIANTE DO SENHOR

  • Mateus 5:3 – Ser humilde de espírito é nossa primeira e mais essencial prioridade.
  • Jó 28:28 – Respeitar a Deus e apartar-se do mal é uma decisão sábia.
  • Provérbios 8:13 – O que é o temor do Senhor verdadeiramente?
  • Salmo 68:18 (Jó 31:5-7) – O que jamais devemos fazer em nossa vida terrestre?
  • Salmo 14:1 (Jó 22:15-17; 21:14-15) – Quando nos tornamos loucos e sem esperança nesta vida?
  • Provérbios 14:2 – Qual a diferença entre uma pessoa reta e perversa?

QUAL É A ÚNICA ATITUDE HUMANA QUE DEUS RESPEITA E APÓIA?

  • 1.º Pedro 5:6,7 (Tiago 4:10) – Qual é a única atitude humana que Deus respeita e apóia?
  • Provérbios 21:2 (16:2) – O Senhor pesa a intenção mais profunda do nosso coração.
  • 1º Samuel 16:7 – O julgamento de nossa intenção é muito mais profunda em Deus.
  • Jeremias 9:23-24 (Isaías 55:6-7) – Nossa glória é buscar entender e conhecer ao Senhor.
  • Mateus 11:28-30 (João 14:6) – Onde está nossa Fonte de Humildade de Espírito?
  • Hebreus 3:8-19 – O que nunca devemos nos esquecer solenemente?

Diz a Escritura que “setenta anos é a duração de nossa vida, havendo vigor oitenta, mas neste caso o melhor deles é enfado e canseira” (Salmo 90:10); usando-me como exemplo digo-vos que tenho contado meus dias, restam-me poucos anos se considerar o que me falta para chegar aos setenta (se for da vontade do Senhor que eu viva tanto).

Tenho duas maneiras pelas quais poderei viver: posso viver como um pagão e incrédulo ou como um servo de Deus.

Este pensamento impressiona-me mais do que todos os outros pensamentos que já subiram à minha mente!

Por causa dele eu tenho procurado não esquecer diariamente que meu maior anseio deve ser: “ensina-nos Senhor a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios!” (Salmo 90:12).

Prof. Dr. Pr. Jean Alves Cabral

 

 

Comments

  1. ANTONIO RIBEIRO

    Assisti a todos os seu vídeos. Vi que foi omitido
    que, em 1994, foi fundada a primeira Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde no Brasil, nomeada “Doutor Bezerra de Menezes” – 1º curso de Naturologia Aplicada em terapias naturistas. Pelo nome, deve ser de orientação espírita. Quero crer que devemos respeitar todas as crenças, para que haja liberdade religiosas. Por outro lado, o terapeuta trabalhará com pessoas de vários credos. Até ateus, que são confessionais. Gostaria de saber se o curso em si, foca muito o aspecto de dogma religiosos, porque estou interessado em aprender a parte científica da Naturologia.

    1. Post
      Author
      jeancabral

      Respeitar as crenças é critério consagrado na Constituição Federal Brasileira, notadamente no Artigo 5º, Incisos VIII e IX.
      Nosso Curso possui como Mestres Fundamentais: Sebastian Kneipp (alemão que foi abade católico e terapeuta do Papa de seu tempo), Manuel Lezaeta Acharán (um católico praticante e advogado chileno), Ellen Gould White (notada adventista do sétimo dia nos EUA) e Eduardo Alfonso Hernán (teosofista e filósofo, médico-cirurgião e historiador espanhol). Por fim, eu, que sou teólogo evangélico, naturologista clínica e, divirjo direta e objetivamente da doutrina espírita por razões que são históricas e conhecidas da sociedade.
      Não há em meu trabalho, sob qualquer hipótese espaço para conexão, ligação ou abertura para a doutrina espírita de qualquer corrente que seja.
      A Naturologia Clínica que ensino tem uma identidade claramente definida e, exatamente neste ponto ela diverge de sistemas tais como Medicina Antroposófica, Medicina Chinesa, Medicina Ayuvédica, Medicina Homeopática e Medicina Alopática – ela se fundamenta na Medicina Natural com entendimento oriundo das Sagradas Escrituras Bíblicas de tradição efetivamente judaico-cristã, alinhada com a tradição Luterana, Metodista, Adventista e Batista.
      Creio que a Faculdade que o nobre amigo cita seria melhor caminho para alguém que deseja uma formação em Terapias Naturais com uma identidade espiritual atrelada ao espiritismo.
      Concluo esta comunicação afirmando que há em todos nós a dimensão espiritual, ao lado da dimensão física, emocional e intelectual – porque Cristo ensinou que o amor a Deus deve ser exercido nesta 4 dimensões; porém, da mesma forma que há estruturas físicas diferentes, temperamentos emocionais diferentes e capacidades intelectuais diferenciadas co inteligências diferentes, a percepção espiritual da Humanidade é obviamente diferenciada.
      Eu tenho estudado um Curso de Medicina Ayuvédica e outro de Medicina Antroposófica – porém, não levo para o ambiente daquelas tradições a polêmica do que entendo ser espiritual e religiosamente o certo e a verdade; a escolha de entrar nos átrios destas confissões (Hindu e Teosófica) é minha, não seria cordial criar problemas na Casa dos Outros e, neste sentido, eu respeito as crenças daquelas Escolas.
      Saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *