Estudos Bíblicos

I- Do Projeto de Publicação Dos Estudos Bíblicos.

Eu tenho uma declaração de crenças, conforme enuncio objetivamente em “Minhas Crenças Estruturais!” e, também tenho uma descrição de minha vida espiritual, conforme pode ser verificada em “Doutrina Pessoal“.

Trata-se de um acervo consideravelmente elevado de materiais que venho colecionando ao longo dos últimos 34 anos e a maioria está toda manuscrita (isto mesmo, à mão!).

O total de estudos que tenho em meu acervo e que pretendo digitalizar, fazendo cuidadosa revisão e ajustes necessários é de 600 estudos bíblicos! E tenho uma enorme dificuldade para lidar com isto, porque estou com uma agenda de trabalho sempre muito carregada, mas, tracei um plano de publicações assim definido:

(1) A partir de Setembro/2018 até Dezembro/2022 eu tenho um bloco total de 212 Semanas Fechadas.

(2) A cada Semana vou publicar 3 Estudos Revisados – isto dá um montante de 636 Estudos Publicados.

(3) Mas, como haverão semanas em que não conseguirei publicar perfeitamente estes 3 estudos, devido a agendas diferentes de trabalho e outras situações, tenho um total de 12 semanas vagas por este período que me permitirão lidar com déficit.

II- Da Organização dos Estudos Bíblicos.

Os Estudos Bíblicos vão sendo publicados aleatoriamente mês a mês, e conforme eu vou publicando, adaptarei um sistema de temas gerais onde eles poderão ser facilmente encontrados pelos leitores e pesquisadores por tema e área investigativa.

III- Agradecimentos.

A lista de pessoas que passaram em minha vida e deixaram uma marca que no seu conjunto se reflete nestes Estudos Bíblicos e percepções é enorme! Não vou citar uma-a-uma para não cometer a indelicadeza de me esquecer de alguns, porém, devo agradecer à todos em nome de quatro figuras principais:

1- Jackson Luiz Collaço, que apresentou-me originalmente o evangelho do Reino de Deus em 1981. Sua mãe Ana Monteiro Collaço na mesma época, apresentou-me um curso bíblico intitulado: “Encontro Com a Vida” em 20 lições. Foram 20 semanas em 1981. 

2- Laudemir Santos, que nos anos de 1982-1983 foi grande influência na minha formação nas primeiras letras do evangelho do Reino.

3- Edison Pereira de Carvalho, que nos anos de 1984-1995 foi um grande professor com quem interagi na esfera da vida pessoal.

4- Anísio Rocha Chagas, que nos anos de 1992-1995 foi um pastor de notável influência em minha visão sobre evangelismo e coerência pastoral.

Alguns escritores em especial me influenciaram objetivamente. São oito expoentes que me encantam pela clareza de suas exposições e que fui nomeando ao longo de minha trajetória de investigações e caminhada espiritual:

5- Rick Warren, com sua magnífica obra: “Uma Vida Com Propósitos”.

6- Ellen Gould White, que esteve em minha formação entre os anos de 1983 até 1998, quando fui adventista do sétimo dia. O magnífico trabalho desta escritora e educadora foram e são, em minha vida, uma referência importante que tem seu lugar na construção de valores.

7- Juan Carlos Ortiz, que com um pequeno grande livro “O Discípulo”

8- A obra inteira de Russell Norman Champlin (Salt Lake City, 22/12/1933 – Guarantinguetá, 07/07/2018), que foi um religioso protestante, escritor norteamericano radicado no Brasil, no interior de São Paulo. Ele escreveu uma monumental obra dividida em 3 Blocos: “Antigo Testamento Interpretado – verso por verso”; “Novo Testamento Interpretado – verso por verso”; “Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia” – todos publicados pela https://www.hagnos.com.br/ – simplesmente uma excelente obra que me ajudou por longos 25 anos a dirimir muitas questões técnicas e outras vezes a apontar um caminho investigativo primário. O notável professor, além de outras condições como Acadêmico e Erudito, é referência para muitos teólogos cristãos, por ter sido um dos poucos, senão o único, a publicar um comentário português-grego no Brasil durante os anos 70 e 80. Russell concluiu bacharelado em Literatura Bíblica no Imannuel College; os graus de M.A. e Ph. D. em línguas Clássicas na Universidade de Utah; fez estudos de especialização (em nível de pós graduação) do Novo Testamento na Universidade de Chicago. Em sua carreira como professor universitário e escritor (atuando na UNESP por 30 anos), publicou vários livros sobre cristianismo. Foi professor universitário no Brasil por mais de 30 anos na Universidade Estadual de São Paulo – UNESP. Lecionou por quatro anos no ITA (Instituto Tecnológico Aeronáutico) , também na Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá e na Fundação Valeparaibana de Ensino. É, para mim, referência de erudição e critério investigativo teológico – porém, é uma das influências que tive.

9- John Theodore Mueller, que foi um teólogo luterano, seriamente comprometido com a tradição e o conservadorismo luterano no início do século XX e que me alinhei por conta da minha tendência adquirida na visão whiteana (século XIX e início do XX) de analisar as pautas teológicas com o conservadorismo que aponta para uma sola scripturae inegociável no plano da definição de princípios e valores espirituais e não da formas que são passíveis de ampla dialógica e dialética contemporânea. Este autor, com sua notável eloquência não só ocupa posição de destaque em minha formação, mas em minha prateleira de livros teológicos. A grande obra de referência é “Dogmática Cristã” (Editora da Universidade Luterana do Brasil – RS).

10- Morris L. Venden, foi um teólogo adventista do sétimo dia que, na minha opinião, tinha muito pouco da ortodoxia adventista em seus dias de pregador e escritor e que fez escola entre os que apoiam uma pauta mais restrita em direção do tema central do Cristianismo: “A Justificação Pela Fé” baseada em Romanos 5:1 e 8:1 (e outros). A sua obra de referência para mim é: “95 Teses de Justificação Pela Fé“. A simplicidade e a objetividade da exposição desta Tese é fundamento de minha abordagem do Cristianismo defendido por Mueller, Champlin, Ortiz, White, Warren e, consequentemente, ajudam-me na construção de meu próprio painel sobre o Cristianismo, a Religião Cristã, a Espiritualidade Cristã e a Ética Cristã – que são os quatro eixos que permeiam a minha concepção de Mundo e de Reino de Deus, como Pragmático-Utilitarista, Evangélico-Dogmático, Liberal-Social e Missionário-Cristão, como me defino em Artigo Sobre Minha Concepção Pessoal.

11- Norman Vincent Peale (31/05/1898, Bowersville, Ohio, EUA – 24/12/1993, Pawling, New York, EUA). Foi um emérito pastor e escritor norteamericano que foi apelidado de “Ministro de Milhões de Ouvintes”, antes mesmo de Billy Graham exercer sua influência magistral em todo o Mundo. Literalmente focado na ordenança de Filipenses 4:6-9 onde a Palavra de Deus manda que os fiéis tenham uma atitude positiva e otimista sensata e bem pontuada, ele se tornou um “doutor em terapêutica espiritual cristã” de grande influência. Tenho uma direta conexão com a obra e mensagem deste grande Professor, Terapeuta, Pastor e Teólogo.

12- Watchman Nee (04/11/1903, Shantou, China – 30/05/1972, Anhui, China). Foi um notável pregador e influenciador cristão antes e depois do Regime Comunista Chinês que assassinou 70 milhões de pessoas durante o período em que dominou aquela Nação. Em 1952, Watchman Nee foi preso por confessar publicamente sua fé em Jesus e por sua liderança entre igrejas locais na China comunista. Permaneceu preso até sua morte, em 1972. O efeito do seu ministério de quase 30 anos ainda repercute com motivação espiritual para cristãos de todo mundo. Suas obras são para mim, o testemunho de uma religião que sobrevive ao ataque diabólico de um sistema ruim e amaldiçoado que assassina os fiéis de Deus só por serem fiéis. É um mártir contemporâneo que me influencia diretamente.

 Assim, os estudos terão influências diversas, mas, nunca sigo uma única linha – tenho a minha e ela é “uma visão” e não “a visão”. Espero contribuir com os meus irmãos nesta geração com estes estudos e que Deus nos ilumine e guarde!

Prof. Dr. Pr. Jean Alves Cabral

 

 

 

Pular para a barra de ferramentas